INSCRIÇÕES ABERTA PARA ESCOLA DE DISCÍPULOS


ESTÃO ABERTAS AS INSCRIÇÕES PARA A ESCOLA DE DISCÍPULOS.

Enviar pelo email: newscedrinho@gmail a solicitação da ficha cadastral ou na igreja Quadrangular cedrinho Av.Itavuvu,5.189-Jd.Paulista.
Dias do cultos quarta/sexta às 19h-Domingo às 18H

Informações pelo fone:(15)33112375-981107953




SER MEMBRO DA IGREJA

Ser membro da igreja... 
  
 não é somente ter o nome no rol;

 é ter experiência pessoal com Jesus;

 é ser dizimista ofertante;

 é amar e honrar seus pastores;

 é freqüentar os cultos com alegria;

 é amar os irmãos sem reservas;

 é vestir a camisa e atuar na "visão da igreja";

 é ser assíduo nas Celebrações;

 é testemunhar por palavras e obras;

 é ter um ministério atuante;

 é não difamar a igreja;

 é orar e contribuir para missões;

 é crer e esperar a volta de Cristo;

 é ter coração de aprendiz;

 é conhecer e amar a vida da Igreja;

 é engajar-se num grupo atuante;

 é servir de apoio aos irmãos;

 é orar e encorajar enfermos;

 é ser um intercessor;

 é lembrar-se que a Igreja é a única agência do mundo capaz de deter a força do diabo e do pecado
.

QUALIDADES GENUÍNAS DE UM VERDADEIRO DISCÍPULO.

As qualidades GENUÍNA do verdadeiro discipulado.

Na parábola do semeador (Lucas 8:4-15), Jesus disse que pessoas diferentes responderiam ao evangelho de modos diferentes. Muitos inicialmente ouviriam e obedeceriam à verdade, mas nem todos estes guardariam a fé com persistência. Alguns se tornariam infiéis e se afastariam. Aqueles que “não tiverem raiz,” por exemplo, podem acreditar “durante algum tempo,” mas no tempo da tentação se afastariam (v. 13). Ainda outros são “afogados com cuidados, riquezas e prazeres da vida.” Jesus disse que estes não “darão fruto de maturidade” (v. 14).


A verdade do assunto é que é preciso certo tipo de caráter para buscar a Deus fielmente, e nem todos escolherão ter este tipo de caráter. O chamado do evangelho separa aqueles que têm uma “raiz” em si mesmos daqueles que não a têm. Saber isto deverá estimular algum pensamento sério a respeito de nós mesmos. Temos pessoalmente o que é preciso? Estamos querendo ser iguais àqueles que têm o caráter forte interior que o evangelho requer? Buscar a Deus requer “Três C’s”: coragem, compromisso e confissão. Se não estamos querendo pagar o preço em qualquer destas áreas, então o cristianismo não é para nós.

Coragem. No mínimo, é preciso coragem para seguir o Senhor. Em Apocalipse 21:8, os tímidos ou covardes encabeçam a lista daqueles que serão perdidos. Coragem é força em face do perigo, e podemos estar certos de que o diabo vai tornar nosso discipulado a Cristo tão perigoso quanto ele puder. Mas a qualquer perda com que o diabo possa nos ameaçar, podemos ter a coragem que vem da fé, que é vontade de enfrentar riscos reais baseados na nossa confiança que Deus nos salvará. A pessoa cujo objetivo principal é proteger a si mesmo e não se arriscar nunca será um fiel seguidor do Senhor. Os riscos são reais, as perdas neste mundo podem ser grandes, e são somente as pessoas corajosas de fé que lutarão e continuarão lutando até que a última batalha seja ganha. 

Compromisso. Se não tomarmos um genuíno compromisso com Deus não resistiremos muito tempo em face do que o diabo pode atirar em nós. A fé necessária para nossa salvação em Deus envolve muito mais do que um rompante de veneta passageira. Nem pensamento positivo nem simplesmente “fazer uma experiência” serão suficientes. Se propusermos seguir a Cristo, teremos que ter o caráter que é capaz de fazer uma promessa de boa fé de fazer realmente o que decidimos fazer. Tiago nos urge a “purificar” nossos corações de indecisão: “Chegai-vos a Deus, e ele se chegará a vós outros. Purificai as mãos, pecadores; e vós que sois de ânimo dobre, limpai o coração” (Tiago 4:8). Não há maior necessidade em nossos dias do que é, para aqueles que professam ser discípulos do Senhor, decidir e focalizar seus corações em Deus com um compromisso profundo.

Confissão. Compromissos secretos não se sustentam tanto como os públicos, e não deverá nos surpreender que o Senhor exija que coloquemo-nos publicamente no registro como tendo tanto crido nele como nos comprometido a ser seus discípulos (Romanos 10:9; 1 Timóteo 6:12, 13). Como o próprio Jesus, a testemunha verdadeira e fiel (Apocalipse 3:14), que nunca deixou de reconhecer publicamente o que ele sabia ser verdadeiro particularmente, precisamos querer morrer antes que encobrir ou esconder nossas convicções e nosso compromisso com Cristo. Tão importante é nossa confissão que o escritor de Hebreus fala dela como a própria coisa que precisa ser conservada firmemente se quisermos chegar ao céu, ele escreveu: “... conservemos firme a nossa confissão” (Hebreus 4:14) e “Guardemos firme a confissão da esperança, sem vacilar, pois quem fez a promessa é fiel”(Hebreus 10:23).

Então, ser um discípulo fiel de Cristo exige coragem, compromisso e confissão. Porém não nos enganemos: o fato que podemos “não ter o que é preciso” não significa que nascemos de um modo ou outro com a predestinação de Deus. Muito ao contrário, caráter é questão de escolha, e a escolha é só nossa. Nosso “coração” é determinado pelas muitas decisões de livre vontade que tomamos a cada dia. Algumas destas são grandes, outras são pequenas. Mas, juntas, elas todas acrescentam ao total o que é chamado nosso “caráter”. 
Porque nossas escolhas fazem nosso caráter, podemos mudar de um “coração” para outro. De fato, isto é precisamente o que é envolvido com ser “convertido” a Cristo. Tal conversão não é opcional. Jesus disse que temos que mudar: “Em verdade vos digo que, se não vos converterdes e não vos tornardes como crianças, de modo algum entrareis no reino dos céus” (Mateus 18:3). Seja o que tivermos sido no passado, hoje temos coragem? Estamos querendo ter compromisso genuíno com Deus? Serão nossas vidas caracterizadas por uma confissão fiel de nosso compromisso enquanto vivermos? Se assim for, temos as qualidades essenciais do verdadeiro discipulado! 

Shalon Adonai

filme corrente dos valentes da ieqcedrinho/Sorocaba



ATENÇÃO!!!
SOMENTE QUEM NÃO ACEITA MAIS A DERROTA...


VOCÊ NÃO PODE FICAR FORA DESTA CORRENTE DE LIBERTAÇÃO E VITÓRIA!!!



Começa dia 06/03 às 20h

Av.Itavuvu,5189-Zona Norte/Sorocaba




ORGULHO É COMO MAU HÁLITO



"Quando vem o orgulho,chega a desgraça,mas a sabedoria está com os humildes." Prov.11:2
A maioria dos problemas sociais,familiares,pessoais,estão ligados ao orgulho.
A bíblia associa orgulho a um deus.Portanto qualquer orgulhoso nunca servirá,mas sempre buscará ser servido.Por causa do orgulho podemos deixar de viver sonhos.Por causa do orgulho, podemos perder oque conquistamos.

O orgulhoso vive em um mundo solitário mesmo estando em comunidade.O orgulhoso se de prime,adoece,é triste,porque o deus dentro de si faz da pessoa sua primeira vítima.


Portanto a primeira coisa para a cura é reconhecer que tem orgulho.A segunda é querer ser tratado.A terceira humilhar-se diante de Deus,diante dos homens.


A felicidade na vida vem do aprendizado constante do servir.Quem serve seu no casamento, na família,na igreja, na sociedade, serve pra ser feliz.


Pr.Wagner Gomes

CONSEGUIMOS MESMOS SER INDEPENDENTE?

Eu amava quando meu pai me levava de um lado para o outro no pescoço dele. Do alto a visão era privilegiada. Mas fui crescendo, senti vergonha, quis ser independente e caminhar sozinho! Os tombos eram inevitáveis, mas o meu pai, claro, sempre estava por perto e prontamente me colocava de pé outra vez. Mas fui crescendo, e mesmo caído tive vergonha, quis ser independente e me levantar sozinho!

Quando a gente ia pra uma cidade grande segurava a mão dele na hora de atravessar a rua. Tinha medo dos acidentes. Mas fui crescendo, senti vergonha, quis ser independente e me livrar do perigo sozinho!

Na escola tudo era novo e estranho. Chorei e por muitas vezes desejei ficar em casa. Para me incentivar, meu pai me levava até a sala de aula e fazia questão de me ensinar o que ele sabia. Mas fui crescendo, senti vergonha, quis ser independente e aprender sozinho!
Nos fins de semana amava passear com meu pai. A gente ia pra praça durante à noite, comia pipoca e comprava balões de ar. Mas fui crescendo, senti vergonha, quis ser independente e me divertir sozinho!

Como qualquer adolescente, sonhei em crescer rápido, completar dezoito anos, tirar a carteira de habilitação, ser maior de idade e totalmente “independente”!

Por que buscamos tanto essa independência? O pior é que também agimos assim com Deus.
Quando foi que você achou que poderia caminhar e chegar ao alto sozinho? Você acredita mesmo que não precisa do Pai para te levantar quando está prostrado diante dos problemas da vida? Você realmente acha que a mão forte Dele não é necessária para te livrar do mal? Será que você já sabe tudo para recusar o ensinamento Dele? É mesmo possível ter alegria, satisfação e se divertir sem a presença do Pai? O que te faz pensar que pode viver longe só porque acredita ser independente?
Hoje aprendi o verdadeiro sentido do crescimento. Grandes não são aqueles que acreditam poder tudo sozinhos. Maiores são os que não se envergonham de admitir a dependência!

CADA COISA NO SEU LUGAR.


"Mesmo não florescendo a figueira e não havendo uvas nas videiras,mesmo falhando a safra de azeitonas e não havendo produção de alimento nas lavouras,nem ovelhas no curral,nem bois nos estábulos,ainda assim eu exultarei no Senhor e me alegrarei no Deus da minha salvação".Hc.3:17

O texto de Habacuque é conscientizador para todos aqueles que querem andar com Cristo.Só conseguiremos vencer quando soubermos separar a vida natural da espiritual,não deixar que nossas lutas diárias dominem nossas mentes entorpecendo nossos pensamentos e nos frustando.

Há dois sucessos que precisamos lutar: o pessoal e o espiritual.Muitos tem encontrado muitas dificuldades em conciliar um com outro.Por isso o desiquilíbrio é fatal.

Porque ao contrário que muitas pessoas pensam não seremos felizes vencendo somente em uma das áreas. O sucesso pessoal e o sucesso espiritual forma a perfeita espiritualidade.

Então faça como Habacuque, não misture uma coisa com a outras e veja o Deus sobrenatural agindo sobre o ser natural.Deus abençoe.


Pr.Wagner Gomes

QUAL A TUA MOTIVAÇÃO TAMANHO P,M.G ?

"E enviei-lhes mensageiros a dizer: Faço uma grande obra, de modo que não poderei descer; por que cessaria esta obra, enquanto eu a deixasse, e fosse ter convosco?".Neemias 6:3


Todos nós sempre estaremos sujeitos a altos e baixos, surpresas agradáveis e desastres, sucessos e fracassos.Veja o texto acima onde Neemias não deixou-se levar pelas circunstâncias e assim preservou a motivação.Não adianta buscar aprender se não aprendermos confiar em Deus.

Por isso o texto tem como objetivo usar a história de Neemias para mostrar que há 3 motivações diária que precisa estar presente no nosso dia a dia.

Como mantê-la nos piores momentos, e assim evitar ser derrubado pelos golpes?

Longe de mim criar uma fórmula – as emoções humanas são muito complexas para tal. A intenção é compartilhar um conceito vem ajudando pessoas  atuar construtivamente.

Imagine três tamanhos para a motivação: o P, o M e o G. Isso mesmo, pequeno, médio e grande.

A motivação pequena se origina nos pequenos prazeres: uma conversa no cafezinho, um elogio, uma tarefa encerrada.

Metas, promoções e projetos geram motivações médias. Eles até podem parecer suficientemente grandes antes de acontecerem, mas tendem a perder o peso emocional quando atingidas.

A grande motivação está atrelada ao sonho de vida e às contribuições que podemos dar ao planeta.

Quando os fatores externos são desfavoráveis, a motivação de tamanho médio é a mais abalada: é mais difícil atingir objetivos pessoais e profissionais e muitos deles precisam ser repensados. Além do mais, ampliam-se as possibilidades de golpes duros como demissões e perdas.

Infelizmente, quando é difícil atingir a motivação média, as pessoas tendem a se esquecer da pequena e do grande. Justamente quando ela se torna mais importante.

Nossas experiência leva ao seguinte:

Investir na motivação P – dedicar mais atenção às pequenas alegrias do dia a dia que continuam acontecendo, como o sorriso dos filhos e à busca de novos prazeres, como a leitura de um bom livro.

Tenho observado que quando uma igreja,organização, casa,  está com problemas, líderes e equipes abandonam a motivação P. Por exemplo, deixam de fazer elogios, de bater papo no cafezinho, de considerar ideias. Cuidado! Além da perda das próprias ideias, as pessoas perdem componentes de um alimento motivacional fundamental neste momento.

Reforçar a motivação G - mesmo quem tiver que adiar seu sonho, não deve abandoná-lo. Este é a situação na qual a crise pode se tornar oportunidade e as dificuldades se transformam em atalhos

É também o momento para pensar construtivamente nos problemas que o planeta enfrenta e nas soluções a serem encontradas. Assim, é hora de alinhar a seus sonhos de vida com a sustentabilidade.

Diminuir o apego à motivação M - é possível que as coisas não estejam mesmo tão bem num determinado momento. Hora de rediscutir projetos e negociar metas. Sem drama.

O objetivo é crer em Deus e responder positivamente a nossa fé equilibrando a motivação com os princípios e valores Cristão.

FILME TADEL-Treinamento de lideres avançado- IEQCEDRINHO





Coaching busca aprimorar nas pessoas seu desempenho, capacidade de aprender, habilidades sociais e eficiência no local de trabalho.

AS VANTAGENS DE FAZER PARTE DE UMA CÉLULA



A Célula é uma expressão do amor de Deus para aqueles que ainda não o conhecem;
• A Célula gera a oportunidade de crescimento no relacionamento com Deus e com os demais membros da Célula, desenvolvendo uma amizade sincera.
• A célula gera crescimento, troca de experiências, transmissão de vida. A verdade se encontra com a vida. Cuidado um a um.
• Maior mobilização, responsabilidade; uso dos dons.
• Maior integração das pessoas na rede de relacionamentos, maior sensibilidade e amor. “ Igrejas que amam crescem” 
• Gera pastoreamento, pessoas são cuidadas e não são esquecidas
• Gera novos líderes 
• Facilita a evangelização, pois há pessoas que jamais receberiam um convite para estar em um templo evangélico, mais estão abertos para estarem em um casa que tem um ambiente informal.

EM BREVE TADEL-TREINAMENTO AVANÇADO DE LÍDERES

video

PARA TODAS ÀS PESSOAS COMPROMETIDAS COM O SUCESSO

QUARTA FEIRA NA QUADRANGULAR CEDRINHO - AV.ITAVUVU,5.189


ESCOLA DE DISCÍPULOS-Começando uma história de amor


ESCOLA DE DISCÍPULOS DA QUADRANGULAR CEDRINHO

A Escola de Discípulo da IEQCEDRINHO


Em março as escola de discípulos estará iniciando no 1º sábado inscrições com Alessandro.

A Escola de Discípulos foi elaborada com o objetivo de auxiliar na edificação espiritual dos novos discípulos de nosso Senhor Jesus Cristo; e estão participando de uma de nossas células, mas ainda não tiveram a oportunidade de estudar a Palavra de Deus.
Sem o estudo da Bíblia Sagrada não é possível o crescimento em nenhuma área de forma eficaz e frutífera. Jesus nos ensina que nossos erros são frutos do desconhecimento das Escrituras Sagradas.
Na escola, aprendemos de maneira prática os ensinamentos de Jesus e de como se aperfeiçoar na vida cristã.
O curso é composto de três módulos, sendo módulo básico, módulo médio e módulo avançado, com duração de dois meses cada, ou seja, o curso dura seis meses. 

Conteúdo de cada Módulo:

Módulo Básico
-A Bíblia: A palavra de Deus
-Salvação do homem: Um presente de Deus
-A nova vida em Cristo
-A vida de oração do Cristão
-A importância do Jejum 
-O batismo no Espírito Santo
-O caminho da prosperidade
-As finanças e a boa administração
-A importância da Igreja na nossa vida
-O Evangelho Quadrangular

Módulo Médio
-O discípulo de Cristo
-A obediência do discípulo
-O caráter de Cristo no discípulo
-A santificação na vida do discípulo
-O poder espiritual do discípulo
-Dons espirituais
-A cura divina
-Introdução a seitas e heresias
-A doutrina bíblica
-A volta de Jesus

Módulo Avançado
-Andando no Espírito
-Os perigos de uma Igreja dividida
-A unidade da Igreja
-Os resultados do uso dos dons
-Os vírus da prostituição espiritual
-Batalha espiritual
-Integração cristã
-Murmuração (1º parte)
-Murmuração (2º parte)
-Maturidade cristã
-Frutificação cristã

Os estudos aqui apresentados têm como objetivo fornecer ao novo convertido um alicerce espiritual, para que o mesmo cresça dia-a-dia e transforme-se em um cristão maduro, consciente de sua posição em Jesus, e de sua responsabilidade para com o Reino de Deus.
Faça parte da Escola de discípulos você também. As aulas são ministradas aos sábados  as 10:00 DURAÇÃO DO CURSO: 6 MESES, no templo e salas da igreja.

VOCÊ QUER MOTIVO PORQUE IR A IGREJA-veja esta ilustração

Nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de Deus – (Lucas 4:4)
Texto introdutório:

Um frequentador de Igreja escreveu para o editor de um jornal e reclamou que não faz sentido ir à Igreja todos os domingos:
“Eu tenho ido à Igreja por 30 anos, ele escreveu, e durante este tempo eu ouvi uns 3.000 sermões. Mas por minha vida, eu não consigo lembrar nenhum sequer deles… Assim, eu penso que estou perdendo meu tempo e os Pastores estão desperdiçando o tempo deles pregando sermões!”
Esta carta iniciou uma grande controvérsia na coluna ‘Cartas ao Editor’, para prazer do Editor em Chefe do jornal, que por semanas foi recebendo e publicando cartas do assunto, até que alguém escreveu este argumento:
“Eu estou casado já há 30 anos. Durante este tempo minha esposa deve ter cozinhado umas 32.000 refeições. Mas, por minha vida, eu não consigo me lembrar do cardápio de nenhuma destas 32.000 refeições. Mas de uma coisa eu sei … Todas elas me nutriram e me deram a força que eu precisava para fazer o meu trabalho. Se minha esposa não tivesse me dado estas refeições, eu estaria hoje fisicamente morto. Da mesma maneira, se eu não tivesse ido à Igreja para alimentar minha fome espiritual, eu estaria hoje morto espiritualmente.”  (Autor desconhecido)
Pergunto: 
Quando foi o último culto que assistiu? O que foi pregado?
Agora vamos mais longe, quem pregou na última célula que participou?
Qual foi a palavra?
Sinceramente eu me lembro de alguma coisa, mas se eu não pegar e olhar na minha agenda não me lembrarei.
Mas o fato é:
Não me lembro de tudo que foi dito, mas sei que naquele momento a palavra falou comigo e me nutriu para aquele dia, mas futuramente a falta dessa palavra (nutriente) eu estaria desnutrido e com minha fé cada dia mais fraca.

“Quando a antiga fé desaparece e o entusiasmo pelo evangelho é extinto, não é surpresa que as pessoas busquem outras coisas que lhes tragam satisfação. Na falta de pão, se alimentam com cinzas; rejeitando o caminho do Senhor, seguem avidamente pelo caminho da tolice”. (Charles Spurgeon)

PENSE NISSO!!!

“Quando a antiga fé desaparece e o entusiasmo pelo evangelho é extinto, não é surpresa que as pessoas busquem outras coisas que lhes tragam satisfação. Na falta de pão, se alimentam com cinzas; rejeitando o caminho do Senhor, seguem avidamente pelo caminho da tolice”. (Charles Spurgeon)

Cadeira Vazia -Um convite a você meu amigo.

A IMPORTÂNCIA DE UM DISCIPULADOR - VISÃO MDA

10 MANDAMENTOS DE UMA CÉLULA

Mandamentos das Células. 


1. Amar a visão celular – O amor pelo quer temos e o que fazemos, rompe qualquer 
possibilidade de dúvida e prepara-nos o caminho para obtermos o sucesso. Se tiramos o 
amor do trabalho celular, então estamos andando mal e, por conseguinte, nunca veremos 
os resultados que esta visão outorga. (1 Coríntios 13:2,3).

2. Não desviar-se da visão celular – Sair da visão pode ser tão fácil, que quase nunca nos damos conta, daí a importância da fidelidade aos princípios estabelecidos e a 
perseverança. 

3. Não permitir que a célula seja infrutuosa – As células devem cumprir com uma 
função evangelística, ou seja, cada um dos assistentes deve preocupar-se em sair a 
buscar as pessoas e convida-las para a reunião, afim de que estas sejam ganhas para 
Cristo (João 15:2). 

4. Reunir-se uma vez por semana – A melhor freqüência de reuniões é a semanal. 
Durante os dias anteriores, tanto o anfitrião como o líder e os demais integrantes do 
grupo, devem dedicar-se a visitar vizinhos e familiares e convidá-los para a reunião, e 
desta maneira o crescimento será visto semana após semana. 

5. As células devem ajudar a restauração familiar - O trabalho celular é para restaurar famílias. Há crises familiares em todo o mundo, e a célula deve estar preparada para atender esta necessidade. Nelas busca se que os filhos restaurem a relação com seus pais, os pais com os filhos, a mulher com o marido e o homem com sua esposa. 

6. Faça de cada membro um líder – Cada pessoa que chega a uma célula, sem importar sua condição, deve ser vista como um líder em potencial, alguém que, ao alcançar seu desenvolvimento espiritual, poderá ser um instrumento valioso nas mãos de Deus. 

7. Velar pela santidade do grupo - Quando o pecado é permitido, tolerado e se 
consentido, a célula começa a decair. Devemos ser radicais contra o pecado e não 
confiar a célula a alguém que leva uma vida dupla, porque a garantia do líder é seu 
testemunho, e este testemunho começa em sua casa (Hebreus 12:14).

8. Não trabalhar em fundamento alheio – Os membros das células devem ser fiéis a seu grupo e não estar assistindo a diferentes reuniões, uma vez que isto pode trazer confusão e afetar o processo de formação requerido. Os líderes devem lutar por ganhar almas que farão parte de seu grupo e não chamar outros que já estejam sendo liderados. (Romanos 15:20).

9. Não permitir a murmuração dentro da célula – Quando uma célula estanca, o que sai do grupo é intriga, murmuração, crítica e queixa. Nunca permitamos que dentro do 
grupo se fale mal um do outro, nem do pastor, nem do líder, nem da igreja. Devemos ser 
radicais com as intrigas dentro da célula. (Filipenses 2:14).

10. Desenvolva as metas estrategicamente – Tanto o líder como os demais membros do grupo devem ter definidas de crescimento, mas que sejam metas realizáveis e que 
impliquem em esforço de sua parte. Toda meta deve ser clara e levar em si o propósito 
de multiplicação. 

DISCIPULADO É MAIS QUE DUAS PESSOAS JUNTAS...

Para entender ainda mais o conceito de discipulado, é importante compreender o que NÃO É DISCIPULADO… Observe esta lista elaborada pelo pastor e educador Adolfo Suárez (2103, pp. 9-10):
O QUE NÃO É DISCIPULADO…
1) … NÃO É UM PROGRAMA DE IGREJA – Discipulado não é meramente um currículo que deve ser aprendido, nem um programa opcional e novo para a igreja. Na verdade, discipulado é fundamentalmente a escolha de seguir a Jesus e envolve uma maneira de viver por toda a vida.
2) … NÃO É MERAMENTE CUMPRIR UMA LISTA DE REQUISITOS – Podemos aprender boas técnicas e habilidades, mas elas são ferramentas, e não o processo em si.
3) … NÃO É UMA LINHA DE PRODUÇÃO – Não podemos pensar em produzir discípulos por atacado. Ao contrário, o discipulado é um processo lento, pois requer acompanhamento e envolve mudança gradual. No discipulado, uma pessoa discipula outra pessoa ou um grupo muito pequeno de pessoas; não dá para discipular muitos ao mesmo tempo.
4) … NÃO É APENAS PARA RECÉM-CONVERTIDOS – O discipulado é para toda a vida, pois nunca podemos deixar de orar, estudar a Bíblia, memorizar as Escrituras, ter momentos devocionais, e outras coisas mais. O discipulado é para todo aquele que se entregou e se entrega a Jesus Cristo diariamente.
5) … NÃO É APENAS PARA LÍDERES – Infelizmente, muitas vezes o treinamento espiritual é exclusividade de líderes espirituais: pastores, anciãos, sacerdotes e líderes em geral. Mas Cristo subverte essa ideia, Ele escolhe para discipular a escória da sociedade, pescadores, publicanos, homens simples e sem expressão na sociedade; não há restrições.